Advogado é preso após ser acusado de amordaçar e estuprar uma mulher

Um advogado foi preso na tarde desta segunda-feira (11), após ser acusado de ter estuprado uma mulher.

O caso ganhou repercussão após o site Imprensa1, receber a informação de que o advogado Cândido Luiz Souza Pinheiro, 35 anos, havia praticado um estupro a uma mulher na semana passada.

Após a grave denúncia de que o advogado teria amordaçado a vítima e cometido o ato sexual, a juíza de direito, Eliane Cardoso Costa Magalhães, expediu o mandado de prisão preventiva contra o advogado.

De acordo com mandado de prisão, o acusado teria amordaçado a vítima e cometido o ato sexual. Devido a violência, o ato causou lesões de graves no ânus da mulher, causando fissuras extensas.

A prisão do advogado aconteceu após ele decidir se entregar, já que a policia já tinha conhecimento de sua localização. Após a prisão, o acusado foi encaminhado para uma delegacia de policia.

Caso ocorreu em Aracaju.

As informações são do jornalista Marcos Couto, do site imprensa 1.