Alemanha adere a declaração de 11 países a favor de ‘forte resposta’ à Síria

Vilnius, 7 set (EFE).- A Alemanha anunciou neste sábado seu apoio à declaração assinada no marco do G20 por 11 países em favor de uma ‘forte resposta internacional’ após o uso de armas químicas na Síria, após ter avaliado as posturas dos demais membros da União Europeia (UE).

A informação foi dada pelo ministro das Relações Exteriores alemão, Guido Westerwelle,

Alemanha adere a declaração de 11 países a favor de 'forte resposta' à Síria
Alemanha adere a declaração de 11 países a favor de ‘forte resposta’ à Síria

que assegurou que se Berlim não apoiou na sexta-feira esse documento foi porque antes queria discutir o assunto em escala europeia com os países não representados na cúpula do G20 em São Petersburgo.

‘Esta é uma tradição da Alemanha. Sempre acreditamos que a Alemanha deve ser o advogado dos países menores na UE, que não têm oportunidade de participar do G20’, explicou o ministro alemão.

‘Após ver a excelente e sábia postura da UE, a chanceler e eu decidimos apoiar agora a declaração escrita por outros países com ocasião do G20’, acrescentou.

O texto, assinado por Austrália, Canadá, França, Itália, Japão, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Espanha, Turquia, Reino Unido e EUA, assinala que as evidências do ataque químico de 21 de agosto apontam para responsabilidade do regime de Bashar al Assad e defende os esforços realizados por Washington para ‘garantir a proibição do uso de armas químicas’.

A Alemanha tinha sido o único dos países da UE presentes em São Petersburgo a se abster de respaldar a mensagem.

Copyright (c) Agencia EFE, S.A. 2010, todos os direitos reservados