Aplicativo de mensagens WhatsApp chega a 400 mi de usuários ativos

O aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (19) a marca de 400 milhões de usuários ativos mensais, sendo que 100 milhões foram adicionados nos últimos quatro meses.

“Isso [400 milhões] não é o número de pessoas registradas no WhatsApp, mas o de pessoas que estão usando o serviço todos os meses”, informou Jan Koum, um dos fundadores do serviço, em post no blog oficial da empresa. Koum afirma ainda que este marco nunca foi alcançado por nenhum outro serviço de mensagens para dispositivos móveis.

O aplicativo WhatsApp se define como um programa que substitui o SMS. Ele usa o plano de dados de um smartphone para enviar mensagens aos contatos que também têm o software. O programa está disponível gratuitamente para as principais plataformas de sistema operacional (iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry) no primeiro ano. aplicativo-whatsapp-1387403188385_300x300Após isso, a empresa cobra US$ 1 (cerca de R$ 2,35) para cada ano de uso.

“Quando nós dizemos que vocês [usuários] fizeram isso ser possível, falamos sério. O WhatsApp só tem 50 funcionários e a maioria é composta por engenheiros. Nós chegamos a esse ponto sem gastar um dólar em propagandas ou em campanhas de marketing”, afirma o post da companhia.

A empresa também falou de casos positivos de uso do aplicativo pelo mundo. Um dos exemplos é uma britânica que trabalha em uma obra de caridade em Uganda e sua equipa usa o programa para enviar relatórios diários e vídeos das crianças que estão sendo ajudadas.

Na Índia, há médicos que enviam imagens de eletrocardiogramas de pacientes pelo WhatsApp que sofreram um ataque do coração. Em Madri (Espanha), equipes de resgate salvaram pessoas que ficaram perdidas durante uma trilha com a ajuda do aplicativo no início do ano.

tecnologia.uol.com.br