Assaltante morre em confronto com policial militar

PM exercia função de taxista e teria sido vítima de assalto
Corpo está no IML sem identificação (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Uma frustrada tentativa de assalto praticada contra um policial militar, que exercia a atividade de taxista, culminou com a morte de um dos acusados e o outro ficou ferido, crime ocorrido entre a noite da quarta-feira, 25, e a madrugada desta quinta, 26. O acusado sobrevivente, identificado como Diego Armando Santana Santos, recebeu atendimento em um hospital de Aracaju e, posteriormente, encaminhado à Delegacia Plantonista, onde foi autuado em flagrante por roubo majorado.

O assaltante que morreu no local do crime ainda não foi identificado. O corpo chegou ao Instituto Médico Legal (IML) às 2h40 procedente da rua Mário Jorge, na Coroa do Meio. De acordo com informações contidas em Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Plantonista, o policial militar exerce a atividade de taxista nos momentos de folga.

Por volta das 23h, ele teria saído da Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva, Zona Norte, com destino à residência, momento em que foi solicitado por um homem que acertou a corrida, no valor de R$ 40 para a Praia de Atalaia. Os dois homens sentaram no banco traseiro do veículo e o policial taxista deu partida, seguindo para o destino solicitado.

Durante o trajeto, segundo a versão do policial taxista, os passageiros usaram drogas e, em uma rua deserta, um deles sacou a arma e anunciou o assalto. O policial taxista chegou a repassar dinheiro, mas os dois ficaram insatisfeitos com o montante e passaram a ameaçar a vítima, que discretamente pegou a arma que estava escondida embaixo do banco e desferiu os disparos em direção ao homem que exibia a arma e, posteriormente, em direção ao outro.

Os dois assaltantes caíram e o policial adotou medidas acionando os policiais que estavam em serviço e também uma equipe do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou os primeiros atendimentos e constatou o óbito de um dos assaltantes. O outro foi encaminhado para a unidade de saúde, ficando sob custódia da polícia. Após receber alta, o acusado foi encaminhado para a Plantonista, onde foi lavrado o flagrante.

fonte: infonet