Bosco e Valmir brigam pelo comando do PROS em Sergipe

Amorim admite que novo partido será liderado por Bosco Costa

grande-valmir_monteiro_270913.jpg
Valmir Monteiro quer domínio sem filiação (Foto: Cássia Santana/Portal Infonet)

Em Sergipe, o ex-prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), e o ex-deputado federal Bosco Costa, que preside o Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran), travaram luta ideológica pelo comando do Partido da República e Ordem Social (PROS), sigla recém-criada no país com o aval do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Valmir Monteiro, que se classifica um dos fundadores do PROS no Estado, revela que ficou surpreso com a decisão de Bosco Costa nesta queda de braço pelo comando da sigla. “Não sabia que Bosco Costa tinha necessidade de um partido novo”, reage o ex-prefeito de Lagarto.

Valmir Monteiro observa que “todo Sergipe” acompanhou o empenho dele pela criação do PROS. No entanto, devido às questões jurídicas que podem culminar com uma nova eleição no município de Lagarto, Monteiro não tem interesse de mudar de sigla partidária. “Se houver uma nova eleição em Lagarto eu só posso disputar se permanecer no partido”, revela o prefeito, que tem ficha de filiação assinada no PSC.

Mas o ex-prefeito tem interesse de ter o domínio do PROS no Estado, mesmo sem assinar ficha de filiação, para estruturá-lo com perspectiva de formalizar apoio ao senador Eduardo Amorim, pré-candidato ao governo do Estado. O senador reconhece a queda de braço entre Monteiro e Bosco Costa, mas não vê possibilidade do comando do PROS ficar sob o domínio do ex-prefeito de Lagarto. “Conversei [com lideranças em nível nacional], mas não tem definição e o partido poderá ficar com outras pessoas”, observou Amorim, numa clara referência a Bosco Costa.

Ficando sob o domínio de Bosco Costa, o PROS em Sergipe tende a uma aliança com o agrupamento político liderado pelo governador licenciado Marcelo Déda e pelo governador em exercício Jackson Barreto.

Portal Infonet tentou ouvir Bosco Costa, mas não obteve êxito. O Portal permanece à disposição do diretor-presidente do Detran. Informações podem ser encaminhadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 8000.

Por Cássia Santana