CIDADÃO QUE ATUAVA NA DELEGACIA DE POÇO VERDE MATA ESPOSA E COMETE SUICÍDIO!

André Moura Meneses, 34 anos, matou a tiros a esposa Eliana Santos de Alcântara, 31 anos, na noite do último sábado, 21, no município de Carira. O fato aconteceu na residência do casal e na presença de um menino de 8 anos de idade, filho das vítimas.

Muito abalados, familiares de Eliana e de André, estiveram na manhã deste domingo, 22, no Instituto de Médico Legal (IML) com o intuito de realizar a liberação dos corpos.

Segundo informações de Ediane Alcântara, irmã de Eliana, o casal participava de uma festa quando ao retornar para a residência do casal, o escrivão cometeu o crime e depois se suicidou. “Eles estavam em uma festa com a gente quando ele pediu para ir embora e depois ele a levou para casa. Momentos depois fiquei sabendo do que tinha acontecido. O meu sobrinho de oito anos presenciou tudo, ele disse que ela estava lendo um papel quando ele tomou da mão dela, deu um soco e depois pegou a arma e atirou contra ela. Ela ainda pediu que ele não se matasse, mas não adiantou. Ainda estou achando que é tudo mentira, não estou acreditando que mataram minha menina”, conta a irmã aos prantos.

Até o momento, não se sabe quais os reais motivos levaram André Moura a assassinar a companheira e a tirar a própria vida.

Portal Infonet tentou ouvir o delegado de Polícia do município de Carira, mas não obteve êxito.

A Secretaria de Segurança Pública entrou em contato com o Portal Infonet para informar que André Moura não é Policial Civil. De acordo com o delegado Jonathan Evangelista, coordenador operacional da Polícia Civil do Interior (Copci), André Moura é um funcionário público e foi cedido à Delegacia de Poço Verde onde trabalhava realizando os trabalhos de registro cartorário.

Informações: Portal Infonet