Conta de luz continuará mais cara em agosto

As contas de luz devem continuar mais caras em agosto.

Embora a bandeira tarifária do próximo mês só será divulgada oficialmente na sexta-feira, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) confirmou ontem que deverá vigorar a bandeira vermelha, na qual é cobrado R$ 5,50 a mais a cada 100 kWh consumidos.

O sistema de bandeiras é, na prática, um pagamento extra feito pelo consumidor sempre que a geração de energia estiver mais cara.

Neste ano, todos os meses foram considerados com “condições mais custosas de geração”.

O volume menor de chuvas exigiu o acionamento das térmicas, mais caras que as hidrelétricas.


Fernanda Brigatti e Cristiane Gercina do Agora