Greve dos servidores do Samu em SE completa um mês neste domingo

samuA greve dos servidores do Samu completa um mês neste domingo (27) sem avanço nas negociações. A categoria reivindica melhores condições de trabalho e salário. Em todo estado são 59 ambulâncias, e metade da frota está paralisada em função da greve dos servidores.

Segundo o presidente do Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado de Sergipe (Sindconam), Adilson Ferreira vários atos foram realizados para chamar à atenção do governo do estado para atender a pauta da categoria. “Queremos melhoria das condições de trabalho, uma frota com condições e reajuste salarial”, explica.

Na próxima quarta-feira (30),  a diretoria do sindicato vai se reunir outra vez com o governador do estado, Jackson Barreto e se a pauta não for atendida a greve pode continuar. “Infelizmente se não houver negociação não tem como cessar a greve. Esperamos que o governador resolva de uma vez por todas a situação do Samu”, finalizou Adilson.

Do G1 SE