Há 3 meses internada no HUSE, jovem de Poço Verde reclama de cirurgias adiadas

Carla sofreu um acidente no município de Poço Verde enquanto se divertia com amigos numa piscina.
O drama vivido pela jovem Carla Micaela Souza Santos, de 25 anos, está indignando familiares e amigos. Moradora de Poço Verde, ela conta que está internada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, à espera de uma cirurgia na coluna, que, segundo ela, foi adiada inúmeras vezes.

Sua família não aguenta mais esperar para marcação de uma nova data e recorreu à imprensa para chamar a atenção das autoridades para o caso, que pode agravar seu quadro de saúde. De acordo com ela, a cirurgia seria feita hoje (5), mas, mais uma vez, foi adiada pelo hospital. “Eles colocaram outra pessoa na frente. Isso está acontecendo sempre”, relatou uma amiga próxima.

Carla sofreu um acidente no município de Poço Verde enquanto se divertia com amigos numa piscina. Ela caiu e sofreu um ferimento na cabeça. Ela já passou por uma cirurgia na região da cabeça, mas o acidente a deixou com três desvios na coluna. Hoje, ela se encontra imobilizada há mais de 90 dias num dos leitos do Huse sem saber quando terá seu tratamento continuado.

Usando uma sonda e sempre contando com ajuda de outras pessoas para fazer atividades básicas como se alimentar, Carla agora sofre com aparecimento de escaras, feridas causadas pelo atrito permanente do corpo com a maca do hospital.

Além do mais, a família sofre também com gastos. Segundo uma amiga, os familiares estão tendo que manter produtos como fraldas descartáveis. As estadias na capital para acompanhar Carla também têm alto custo dentro da renda familiar da jovem.

Huse
A redação do Portal Lagartense entrou em contato com a assessoria de imprensa do hospital, que respondeu por meio de nota. Confira abaixo.

A direção do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) informa que a cirurgia da paciente Carla Micaela Souza Santos só é realizada no Hospital Cirurgia. Ela está sendo assistida no Huse. A precisão é que na próxima semana ela seja operada. As fraldas utilizadas são disponibilizadas pelo hospital. Isso só não acontece se o paciente tiver optado por utilizar uma marca de sua preferência.

 

fonte: portal lagartense