Jackson Barreto destaca situação do atual governo

Entre os temas governador falou sobre saúde, educação e segurança.
E anunciou mudança na Secretaria de Segurança Pública de Sergipe.

Em entrevista especial concedida aos jornalistas Lydervan Santos e Ricardo Marques no Bom Dia Sergipe desta segunda-feira (29), o governador de Sergipe Jackson Barreto (PMDB) destacou alguns pontos do balanço de governo e anunciou mudanças na Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, que terá um novo secretário nos próximos dias.

Fim de ano x pacotes de medidas
Questionado sobre o pacote de medidas administrativas adotado no final deste ano para conter despesas o governador detalhou os motivos que levaram a essa necessidade.

O que estamos fazendo é tentar modernizar o estado. Pois nós temos  nas nossas leis determinadas vantagens na área dos servidores que já não existem em outros estados, inclusive que já foram superadas no âmbito federal. E isso tem aumentado o déficit da previdência social. Todos os meses o governo tem que colocar em cima desse déficit cerca de R$ 62 milhões. Dinheiro que poderia ser utilizado na saúde, na segurança, na educação e na vida do estado. Antes porque não tínhamos uma maioria da Assembleia para aprofundar essa medida. Se não alterarmos o rumo das coisas não teremos dinheiro para pagar a folha até o mês de abril”, destacou.

Mudança no secretariado

Apesar de não declarar quem serão os secretários de sua equipe, o governador destacou que haverá mudança da Secretaria de Segurança Pública (SSP) nos próximos dias.

“Não posso adiantar os nomes dos secretários. Eu disse que iria diminuir oito secretarias e levamos a cabo essa proposta que nós fizemos e diversas vantagens que não tinham mais sentindo e que provocava privilegio, como a incorporação. É preciso governador pensando na honradez de 66 mil servidores, entre ativos e inativos e tem que ter visão de governar um estado que tem 2,2 milhões de habitantes que tem demanda principalmente na saúde e na segurança. A posse dos soltados da policia militar que iria ser na sexta será na próxima semana para que seja feito o anuncio do novo secretario de segurança publica”.

Saúde
Entre os problemas apontados por Jackson para a situação atual da Saúde no estado está a falta de investimento da ordem de R$ 5 milhões que foram prometidos em 2013.

“O problema é que nós aumentamos muito o tamanho da rede de saúde no estado e não temos condições de manter toda essa rede que foi ampliada. Em dezembro de 2013, o então ministro da saúde Alexandre Padilha prometeu recursos da ordem de R$ 5 milhões, que nós teríamos a mais por mês para garantir a manutenção da nossa rede com uma qualidade que atendesse a nossa população. Infelizmente essa palavra não foi cumprida, e os nossos recursos não foram suficientes. Evidente que nesse governo queremos que essas três áreas queremos pessoas que queiram trabalhar mais. Colocar um projeto que possa unir as ações da Secretaria de Saúde e da Fundação para que aja um entendimento melhor. Da parte do governador pode ter certeza que todo o esforço está sendo feito e eu espero buscar os recursos da folha de dezembro que ainda não foi fechada”.