Limão: Conheça os benefícios desta fruta milagrosa

Não importa a variedade (galego, cravo, taiti ou siciliano), o limão é extremamente benéfico à saúde. Nessa fruta de sabor ácido e aparência comum, escondem-se inúmeras vitaminas. A mais conhecida é a vitamina C, encontrada também em frutas como laranja, kiwi, acerola e goiaba; e ainda nos vegetais de cor verde-escura. O ácido cítrico e os bioflavonóides também podem ser encontrados no limão. Segundo a nutricionista Camila Zago, do Hospital e Maternidade São Camilo Ipiranga, o suco do limão pode ser ingerido à vontade. ‘Não há toxicidade no consumo dele, pois o excesso de vitamina C é excretado pela urina’, explica. Propriedades medicinais be8b7ebe2b72740eefc57c235162fee6O consumo de limão ajuda a prevenir as seguintes doenças: escorbuto (que é a falta de vitamina C no organismo) alergias, estresse, fadiga (cansaço muscular), gripe, dor de cabeça, congestão, processos lentos de cicatrização, sangue ácido, anemia, hemorróidas, sinusite, azia e acne. De acordo com Camila, a substância D-limoneno – princípio ativo presente na casca do limão – ajuda a combater a ansiedade, depressão e o câncer. ‘Em alguns casos ajuda a dissolver cálculos renais e melhora o fluxo de sangue nas artérias’, revela. O limão possui ainda outras propriedades: ele é adstringente, bactericida, fungicida, antibiótico, clareador e redutor da oleosidade da pele e do couro cabeludo. ‘Também ajuda no tratamento de celulites e varizes, pois ativa a circulação periférica. Muitos estudos revelam que o limão ajuda no processo de perda de peso, controle do colesterol, desintoxica o sangue e ativa o sistema imunológico’, diz a nutricionista. Quantidade A nutricionista Juliana Zanetti, explica que do ponto de vista de necessidades diárias de vitamina C, o recomendado para adultos são 60 mg diárias. ‘Para se ter uma idéia o suco de um limão grande em 400 ml de água o correspondente a 17,46 mg de vitamina C. O restante pode ser complementado com o consumo do próprio limão ou de outras fontes da vitamina como laranja, kiwi, acerola, goiaba e vegetais verdes escuros’. Na culinária De acordo com Juliana, o limão perde suas propriedades nutricionais quando levado ao fogo. ‘Ele deve ser ingerido ‘in natura’, pois o calor provoca a perda da vitamina C, que se oxida. O contato do limão com o oxigênio desencadeia o processo de oxidação, portanto, o consumo deve ser imediato à manipulação’. Crianças Segundo a nutricionista, a partir do sexto mês de vida, o limão pode ser introduzido na alimentação em sucos e temperos. ‘Em relação à quantidade, se for na forma de suco, deverá ser introduzida de acordo com o hábito alimentar da criança, como qualquer outro tipo de suco, uma a duas vezes ao dia’, avisa. Fonte: br.mulher.yahoo.com