Morre aos 95 anos, o poeta sergipano Santo Souza

poetaO poeta sergipano José Santo Souza, 95 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (18/04), em sua própria residência. O poeta era natural do município de Riachuelo (SE).
José era membro da Academia Sergipana de Letras (ASL) e da Associação Sergipana de Imprensa (ASI). O corpo está sendo velado no Cemitério Colina da Saudade, em Aracaju (SE), e será sepultado às 16h.
Algumas obras
Entre as obras do poeta, que é considerado um dos mais importantes de Sergipe, estão Cidade Subterrânea (1953), Caderno De Elegias’ (1954), ‘Relíquias’ (1955) e ‘Ode Órfica’ (1955/1956/1968).