Mulher procura Justiça e diz que é mãe de bebê abandonado no lixo

Juíza vai investigar maternidade.
Cinco casais se ofereceram para adotar menina.

 

Na manhã desta terça-feira (18) uma mulher procurou o Juizado da Infância e da Juventude em Aracaju e afirmou ser a mãe do bebê abandonado no lixo no último sábado, em uma rua do bairro Garcia, na capital. E que recebeu alta hospitalar na tarde de hoje.

De acordo com a juíza Rosa Geane Nascimento , a suposta mãe se disse arrependida. “Vamos apurar a maternidade dessa mulher. A criança vai ser acolhida em um abrigo e os procedimentos legais serão realizados”, disse a juíza que acrescentou que um inquérito foi instaurado e a mãe da criança pode responder por abandono de incapaz.

Com a repercussão do caso da menina, cinco casais já compareceram ao Juizado se oferecendo para adotar a criança.

Recorde o caso
A menina foi deixada em um saco de lixo na Zona Sul de Aracaju, na noite do sábado (15). Na ocasião, uma mulher que passou pelo local encontrou a criança e pediu socorro a um jardineiro de uma casa vizinha à árvore onde estava a sacola com o bebê. Em seguida, acionaram o Samu, que prestou os primeiros socorros e encaminou o bebê ao hospital.

“O que me deixou mais assustado é que o saco plástico estava amarado. A intenção não era somente descartar a criança”, disse o jardineiro José Santos, que acompanhou todo o trabalho do Samu no socorro ao bebê.

 

fonte: G1 SE