‘Não sei onde estava com a cabeça’, diz suspeito de abusar de enteada

Segundo polícia, vítima vinha sendo abusada desde os 10 anos de idade.

Abusos eram feitos quando a mãe da jovem se ausentava.

Idoso abusava da enteada há oito anos (Foto: Flávio Antunes)Idoso abusava da enteada há oito anos (Foto: Flávio Antunes)

A Polícia Civil apresentou nesta sexta-feira (28), detalhes sobre a prisão do idoso suspeito de abusar da enteada no Povoado Piauí, município de Japoatã, região do Baixo São Francisco, emSergipe. Segundo a polícia, a jovem que tem 18 anos, era abusada desde os 10.

Delegado de Propriá, Hilton Duarte, disse que não há dúvidas da participação de José Wagner (Foto: Marina Fontenele/G1)Delegado de Propriá, Hilton Duarte
(Foto: Marina Fontenele/G1)

De acordo com o delegado Hilton Duarte, o crime foi descoberto após a fuga da vítima. “Ela fugiu para a casa de uma irmã, na cidade de Capela. Lá contou à parente, que por sua vez denunciou o caso ao Conselho Tutelar”.

Segundo o delegado, os abusos eram feitos quando a mãe da jovem se ausentava. “Ela nos contou que era abusada após sua mãe se ausentar e ficar sobre a mira de uma faca”, disse.

O delegado disse também que a vítima teve três filhos, todos frutos dos abusos. “Dos abusos, duas filhas foram geradas, sendo que uma já tem 4 e a outra 2 anos de idade. Inclusive, a jovem se encontra grávida e o pai também é ele”.

Hilton Duarte disse ainda que a mãe da vítima vai ser investigada por uma suposta conivência. “Nós vamos investigar a mãe, pois acreditamos que ela tenha participação no que se refere a uma possível conivência”.

Questionado sobre sua participação no crime, o idoso confessou que praticava os abusos. “Não sei onde estava com a cabeça. Eu sei que o que fiz foi errado”.

 

 

 

 

fonte: G1 sergipe