Oito sergipanos são presos em flagrante por estelionato em Fortaleza

asfa546fsa4f45sa456f

Oito sergipanos que integravam uma quadrilha suspeita de estelionato foram presos na tarde desta terça-feira (2), em Fortaleza. Segundo a Polícia Civil, os suspeitos aplicavam golpes se passando por recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para entrar na casa de moradores.

Ainda de acordo com a polícia, após fazerem perguntas e preencherem um falso questionário, os golpistas diziam que trabalhavam para uma empresa de livros chamada “PLD” e que eram ex-usuários de drogas. Em seguida, eles pediam um “apadrinhamento” para estudar e uma ajuda em dinheiro que só poderia ser pago com cheque ou cartão de crédito. Ao efetuarem o pagamento, os moradores tinham o cartão clonado pelo grupo.

Flagrante
A polícia capturou os suspeitos em flagrante quando tentavam aplicar o golpe em um morador do Bairro Vila União. Um dia antes, duas pessoas, uma delas lesada pelo golpe, registaram boletins de ocorrência informando sobre a ação do grupo. Ao todo, foram presos seis homens e duas mulheres. Com eles, foram apreendidos um carro e uma máquina de clonagem de cartão. Um homem apontado como líder da quadrilha fugiu e ainda não foi encontrado.

Os suspeitos e o material apreendido foram levados para o 25º Distrito Policial, no Bairro Vila União. A polícia tem indícios de que o grupo também atuava em São Paulo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, já que um dos suspeitos tem histórico de prisão pelo mesmo golpe em Campo Grande (MS) e que o carro apreendido tinha uma multa registrada em São Paulo.

Os presos são: Edielson Santos da Silva, José Paulo da Silva Santos, Danilo Batista dos Santos, Gilvan Oliveira Costa, Roniere de Jesus Alves Rodrigues, Fernanda Vasconcelos da Silva, Flávia Camila da Silva Santos e Douglas Santos Costa.

Com informações do G1 CE