POLICIA FEDERAL DEFLAGRA OPERAÇÃO “POÇO VERMELHO” CONTRA GRUPO DE EXTERMÍNIO

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (3) a Operação Poço Vermelho* com vistas a desarticular grupo miliciano de extermínio que atuava nos estados de Sergipe e Bahia. Estão sendo cumpridos 24 mandados judiciais, sendo seis de prisões preventivas, 15 de conduções coercitivas e três mandados de busca e apreensão. Participam da operação 120 policiais federais, que cumprem diligências nas cidades de Poço Verde, Simão Dias, Boquim, Lagarto e Aracaju, em Sergipe, além das cidades de Cícero Dantas e Heliópolis, na Bahia.

O grupo de extermínio é investigado pela Unidade de Repressão a Crimes Contra Pessoa da Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal desde maio deste ano pelo envolvimento em diversos homicídios, todos com características de execução. As investigações foram iniciadas a partir do encaminhamento á Polícia Federal de listas – divulgadas na cidade de Poço Verde/SE – contendo nomes de pessoas marcadas para morrer e que, algumas delas, foram brutalmente assassinadas, com requintes de crueldade.  No decorrer das investigações o principal suspeito do grupo de milícia foi morto, em suposto confronto com policiais civis do estado de Sergipe.

Os investigados serão ouvidos na Polícia Federal, sendo que os presos preventivamente serão encaminhados ao Complexo Penitenciário de Aracaju e os depoentes em condução coercitiva serão liberados. Após comprovação, todos responderão na medida do seu envolvimento nos crimes de homicídio, constituição de milícia privada, posse, porte e comércio ilegal de armas e munições.

O nome da Operação Poço Vermelho é uma alusão à cidade de Poço Verde local onde ocorreu grande número de execuções com extrema violência.

Ascom PF