Pablo é processado por plágio de canção

650x375_pablo_1586227-250x144Pablo é acusado pelo compositor Marinho de Almeida de plágio e apropriação da  música “Mãe”, composta em 1995. “O Pablo foi até o programa do Rodrigo Faro, na Record, em maio, e chorou ao cantar a música Mãe. Fez todos pensarem que ele tinha escrito para a sua própria mãe”, diz Mônica Zilinskas, advogada de Almeida, em entrevista à coluna Terraço Paulista, da VejaSP.

No processo, Marinho pede R$ 2 milhões de indenização de Pablo, da Record e de Faro. Segundo o colunista João Batista Jr., o argumento do advogado é que a emissora não se retratou e Faro, no programa, disse que a música era de Pablo, que não desmentiu a informação.

Procurada, a assessoria de imprensa de Pablo não foi encontrada no telefone.

Fonte: atarde.uol.com.br