PADRE BÊBADO É PRESO APÓS ATROPELAR E MATAR HOMEM

 

Monte Mor – Um padre de 53 anos foi preso em flagrante após atropelar e matar um ajudante de cozinha e fugir sem prestar socorro à vítima em uma estrada de Monte Mor (117 km de SP), na noite de anteontem.

Segundo a polícia, ele estava bêbado.

O religioso foi liberado na madrugada de ontem, após pagar fiança de R$ 5.000, estipulada pelo delegado.

Segundo a polícia, o padre atingiu Alexsandro Rodrigues do Amaral, 39 anos, em alta velocidade na rodovia Francisco Aguirre Proença.

Quando equipes médicas chegaram ao local, a vítima já estava morta, com ferimentos graves na cabeça.

Resposta

O padre afirmou em depoimento à polícia que não parou após o acidente por achar que ou havia se chocado com pedaços de troncos que estavam na via ou que tinha sido atingido por pedras atiradas por bandidos.

No depoimento, o religioso disse ainda que, por esse motivo, decidiu encostar o carro apenas na praça de pedágio da rodovia, onde disse haver mais segurança.

Segundo a polícia, o padre confessou que tinha bebido vinho durante todo o dia, nas missas que celebrou, e por isso estava um pouco cansado enquanto dirigia. A Arquidiocese não comentou sobre esse assunto.