Pai afirma que esqueceu criança no carro no ABC, diz PM

Menina de 2 anos e 4 meses foi encontrada no fim da tarde.

Pais da criança prestaram depoimento durante a madrugada.

O pai da criança de 2 anos  e quatro meses que foi encontrada morta em um carro em São Bernardo do Campo, no ABC, disse a policiais militares que esqueceu a filha no veículo, como informou o Bom Dia São Paulo.

Os pais de Marina, Rodrigo e Karen Machado, prestaram depoimento durante a madrugada desta quinta-feira (18). O conteúdo do depoimento à Polícia Civil não foi divulgado.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o pai pegou a criança na casa da avó e a levou até a escola. Ao chegar lá, ficou sabendo que a unidade não estava funcionando.

Ele, que é funcionário da Secretária de Finanças de São Bernardo do Campo, seguiu para o trabalho. O carro ficou estacionado por volta de cinco horas.

No fim do expediente, à tarde, o pai voltou à escola e foi informado pelos funcionários de que a criança não tinha ficado na instituição. Só, então, Rodrigo se deu conta de que a criança havia permanecido dentro do carro. Foi ele quem acionou a polícia.

A família mora em São Paulo e a menina foi matriculada em São Bernardo do Campo por causa do trabalho do pai.

Evandro Carlos, que é amigo da família, disse que Rodrigo é um pai dedicado. “Essa criança era o sonho da vida dele e da mulher”, afirmou.

O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de São Bernardo do Campo como homicídio culposo. O pai pagou a fiança de cerca de R$ 700 e foi liberado.

 

 

Do G1 São Paulo