PINTOR É INTERNADO APÓS PREGAR SEUS TESTÍCULOS EM PRAÇA DE MOSCOU/RUS

O pintor russo Piotr Pavlenski foi hospitalizado neste domingo (10) depois de pregar seus testículos nos paralelepípedos da Praça Vermelha de Moscou. A ação fez parte da obra de arte intitulada “Fixação”, um protesto contra o governo de Vladimir Putin no Dia da Polícia russa. Completamente nu e com as partes íntimas presas aos paralelepípedos, Pavlenski ficou imóvel por mais de uma hora a olhar para seus testículos, no que classificou como “metáfora da apatia, indiferença política e fatalismo da sociedade russa atual”. Os órgãos foram fixados com prego, a marteladas. Em manifesto, o pintor explicou que “não é a arbitrariedade dos cargos públicos que priva a sociedade de sua capacidade de agir, mas sua fixação em derrotas e perdas que nos prega com cada vez mais força aos paralelepípedos do Kremlin, convertendo as pessoas em estátuas que aguardam, resignadas, seu destino”. Em junho de 2012, Pavlenski costurou sua própria boca em solidariedade à prisão de integrantes da banda feminina Pussy Riot, presas por cantar contra o presidente Vladimir Putin no principal templo da Igreja Ortodoxa Russa.
FONTE: Foto Maxim Zmeyev/Reuters