PM do Rio estuda criação de batalhão para manifestações

A Polícia Militar do Rio estuda um projeto que prevê a criação de um batalhão voltado para atuar em manifestações e em grandes eventos que ocorrerem na cidade como o policiamento em torno de estádios durante jogos da Copa do Mundo e nas Olimpíadas, de 2016. A unidade substituiria e ampliaria o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios), que já atua nos jogos de futebol no Estado do Rio.

Diante das denúncias de abusos e truculência de policiais do Batalhão de Choque, os policiais do Gepe vêm atuando nas manifestações numa tentativa de reduzir os confrontos entre manifestantes e policiais. Os PMs caminham nos protestos junto aos manifestantes, sendo identificados com coletes com nome e número. Os manifestantes chamam os policiais militares de “alfanuméricos”.

A previsão inicial é de que o novo batalhão tenha 500 policiais com treinamento para atuação de controle em distúrbios urbanos, mediação de conflitos e negociação com manifestantes. Não há data para a implantação da unidade.

fonte: folha de s.paulo