‘Me preparei para o carnaval, mas vou pular diferente’, lamenta preso

dsc_0694O carpinteiro Roger Santos Santana, de 23 anos, estava animado para brincar o carnaval em Sergipe. Ele pintou o cabelo e veio de São Paulo para Aracaju para rever os familiares, mas acabou preso. Na manhã desta sexta-feira (13) a Polícia Civil apresentou detalhes da prisão do jovem que é suspeito de matar um comparsa em dezembro de 2013. Ele foi detido na Rodovia dos Náufragos, próximo ao Povoado São José na Zona de Expansão de Aracaju.
Segundo a delegada Rosana Freitas, a discussão por causa do empréstimo de uma arma de fogo teria resultado no homicídio. “Pelos levantamentos preliminares, confirmamos que a briga começou porque o amigo emprestou um revólver para Roger fazer um assalto, mas ele não devolveu e acabou matando o comparsa durante a briga”, afirma.
Após o crime Roger se mudou para São Paulo, mas a Justiça não tinha conhecimento do novo endereço dele. De acordo com a delegada, o cumprimento do mandado de prisão que estava em aberto só foi possível depois de uma denúncia anônima feita através do telefone 181.
“Eu sabia que meu amigo era metido com coisa errada, um dia eu estava com ele e uns caras passaram de moto e atiraram. A bala pegou nele e por sorte eu escapei. Fui embora para São Paulo porque o pessoal da rua ficou dizendo que era eu que tinha matado, mas agora estou aqui e só resta acreditar em Deus porque Ele sabe que eu sou inocente. Pintei o cabelo, me preparei para o carnaval, mas vou pular diferente do que eu queria”, lamenta Roger.
Roger não tinha passagem pela polícia, mas ele e o amigo são apontados como responsáveis por crimes como homicídios, roubos, furtos e tráfico de entorpecentes.