Quem ama não trai? Todo homem é infiel? Veja mitos e verdades sobre traição

traicao-e-um-assunto-que-suscita-os-mais-diversos-tipos-de-reacao-e-de-opiniao-com-a-evolucao-dos-costumes-porem-o-tema-vale-a-pena-ser-revisto-porque-as-teorias-e-ideias-que-ate-ha-1384194453768_956x5

Traição é um assunto que suscita os mais diversos tipos de reação e as mais diferentes opiniões. Com a evolução dos costumes, porém, o tema precisa ser revisto, pois as teorias e ideias que até há bem pouco tempo eram tidas como verdades incontestáveis, hoje, são bem mais flexíveis ou caíram definitivamente por terra. Veja a seguir alguns exemplos.

MULHER SÓ TRAI QUANDO ESTÁ APAIXONADA? MITO: de acordo com a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar, podem ser muitos os motivos para uma mulher ser infiel: “Ela trai não só por amor ou paixão, mas por raiva, vingança, insatisfação ou, simplesmente, para colocar emoção em sua vida”, diz. Para a terapeuta familiar e de casal Ana Maria Fonseca Zampieri, muitas mulheres têm mais força para trair quando se apaixonam por outro, porém, a curiosidade e a autoafirmação contam muito. “Especialmente para as mais velhas, que desejam testar se ainda são atraentes”, conta Ana Maria, autora do livro “Erotismo, Sexualidade, Casamento e Infidelidade” (Ed. Summus).

CRISES NO RELACIONAMENTO ABREM AS PORTAS PARA A TRAIÇÃO? NEM SEMPRE: não são todas as pessoas que têm vontade de sair com outro alguém por estarem passando por uma fase ruim. Mas uma coisa é fato: é melhor resolver a crise, e não tentar fugir dela. Procurar carinho e compreensão nos braços de outra pessoa alivia os problemas aparentemente, mas não os resolve. “Vários dos que traem acabam criando um outro problema, além dos que já tinham”, diz a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar.E muitos casais enfrentam a crise e crescem com a sua superação .

QUEM AMA DE VERDADE NÃO TRAI? MITO: muitas pessoas traem amando. “Isso acontece com quem costuma separar amor de sexo. E muita gente trata a relação sexual ou o encontro amoroso com outras pessoas com naturalidade”, diz a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar. Muitos procuram relacionamentos extraconjugais por um simples motivo: desejo por outra pessoa, o que é normal e não significa falta de amor pelo par.

HOMEM TRAI MAIS DO QUE MULHER? VERDADE: hoje, muitas mulheres têm relações extraconjugais, mas o comportamento ainda é mais comum entre o sexo masculino. Um dos fatores principais que justificam a estatística é que a infidelidade masculina ainda tem melhor aceitação social. Para a terapeuta Ana Maria Fonseca Zampieri, os números estão praticamente empatados, mas o que faz a traição feminina parecer bem menor é o fato de elas temerem a retaliação da cultura machista. “A mulher tem mais cuidado para esconder a traição”, afirma ela. Além disso, um estudo realizado nos Estados Unidos sugere que os homens são mais propensos a trair por terem impulsos sexuais mais fortes.

A TRAIÇÃO DESTRÓI A CONFIANÇA PARA SEMPRE? MITO: acontece, sim. Mas, dependendo do caso, a confiança pode ser readquirida. “Depende de uma série de fatores, das circunstâncias nas quais se deu a traição, do tipo de envolvimento, do momento do casal”, exemplifica a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar. “Se houver amor e uma possibilidade de entendimento do que aconteceu e porque aconteceu, é possível recuperar a confiança”, diz a especialista.

QUEM TRAI ESTÁ EM BUSCA DE ALGO QUE NÃO ENCONTRA EM CASA? NEM SEMPRE: a pessoa pode ter tudo em casa, mas querer variedade, ou estar buscando algo que a ajude a cair fora de uma relação insatisfatória. “Às vezes, quem trai não encontra algo em si mesmo, o sentido de sua própria vida”, diz a terapeuta familiar e de casal Ana Maria Fonseca Zampieri. Segundo o psicoterapeuta de casais Paulo Tessarioli, nem sempre essa procura tem a ver com sexo. “Não é raro que uma pessoa se envolva com outra simplesmente porque se sente compreendida”, afirma.

HOMEM TRAI MAIS PORQUE SEPARA AMOR DE SEXO? VERDADE: homem tende a separar mais o sexo do amor, mas não é regra geral. Embora muitas mulheres também pensem dessa forma hoje em dia, é comum que o sexo feminino se envolva mais afetivamente do que o homem. Não podemos ignorar que, apesar da evolução comportamental, ainda somos regidos por alguns pilares machistas. “O homem é mais incentivado a separar amor de sexo, ao contrário do que ocorre com a mulher”, fala a terapeuta familiar e de casal Ana Maria Fonseca Zampieri. Ela diz que a maioria das mulheres que começa uma relação baseada em sexo muda de ideia ao longo do percurso. “Elas tentam se convencer que é só uma transa, um casinho, mas acabam se envolvendo. A mulher tem necessidade de saber o que ela representa para o outro, precisa ser amada. Mas, hoje, observo que muitos homens pensam assim, também”, declara a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar.

AMANTE É SEMPRE MELHOR DE CAMA? MITO: “Muitas das traições não são motivadas pelo sexo”, conta o psicoterapeuta de casais Paulo Tessarioli. A imagem do(a) amante cheio de paixão é fantasiosa. “O que encanta na relação extraconjugal é o interesse em conversar, na preparação para o encontro, ter bom humor, não criticar, entre outras atitudes”, diz ele. Segundo a terapeuta familiar e de casal Ana Maria Fonseca Zampieri, raramente quem mantém um amante ou uma amante tem um vínculo puramente sexual. Já quem trai casualmente, sim .

QUEM TRAI UMA VEZ TRAI SEMPRE? NEM SEMPRE: segundo o psicoterapeuta Paulo Tessarioli, existem muitas situações pontuais, em que a infidelidade aconteceu devido a algum momento de crise pessoal ou conjugal. “Foi uma espécie de válvula de escape para uma circunstância e, depois de os problemas se resolverem, não se repetirá”, diz o especialista. “Existem algumas pessoas, porém, que vão trair sempre e dificilmente mudarão, pois essa é a sua forma de se relacionarem”, diz a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar.

TODO HOMEM, UMA HORA OU OUTRA, VAI TRAIR? MITO: essa lenda é fruto de preconceito e machismo. “Há homens fiéis. Homens que são mais sensíveis. Eles optam pela fidelidade, claro, se estiverem felizes e satisfeitos amorosa e sexualmente com a companheira. Têm boa autoestima, segurança de sua masculinidade e não sentem necessidade de se autoafirmarem traindo”, conta a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar. Mas lembre-se: um homem que procura relações extraconjugais nem sempre é o oposto do que foi descrito. Ser monogâmico ou não também depende das convicções de cada um sobre o assunto.

AMANTE NUNCA SERÁ OFICIAL? MITO: prega o senso comum que amantes podem até causar a separação de um casal, mas acabam não se tornando “titulares” nunca. Para a psicoterapeuta Carmen Cerqueira Cesar, se for amor de verdade, um novo casal se forma e fica junto, sim. “Às vezes, para o resto da vida”, diz. “O que acontece é que algumas relações extraconjugais são tão longas e estreitas que acabam se transformando em uma espécie de segundo casamento. E, como todo relacionamento duradouro, sofre desgastes. Daí que, com a separação, a pessoa quer começar uma nova vida e acaba deixando de lado a outra relação, também”, diz a antropóloga Mirian Goldenberg, professora do curso de pós-graduação da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e autora de “Por Que Homens e Mulheres Traem” (Ed. BestBolso).

Por Heloísa Noronha, do UOL, em São Paulo Orlando/UOL