Sete da mesma família morrem em acidente na BR-163

Três veículos se envolveram no acidente, após ultrapassgem

Sete pessoas de uma mesma família – sendo duas crianças e cinco adultos -, que viajavam num Fiat Pálio, morreram numa colisão envolvendo duas carretas na BR-163, entre as cidades de Várzea Grande e Jangada.

No acidente, ocorrido no domingo (8), a cerca de 30 quilômetros do Trevo Lagarto, morreram os irmãos Orlando José de Santana, de 34 anos, e Dorival Santana, além de Rodinei Rodrigues de Almeida, de 24 anos, Analice Maria de Almeida, de 39 anos, duas crianças, uma de oito anos e outra de 10.

No carro, sobreviveu uma adolescente de 13 anos, que foi levada pelo Samu ao Pronto-Socorro de Várzea Grande.

Uma das crianças morreu no Pronto-Socorro de Cuiabá, já no início da madrugada.

No começo da madrugada, policiais da Delegacia de Delitos de Trânsito da Capital conseguiram localizaram o corpo de Adelson, que estava embaixo da carreta carregada com milho, que bateu de frente com o automóvel.

O corpo do homem último foi resgatado por volta das 2 horas.

Todos os corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal de Cuiabá e aguardavam a presença de familiares para a liberação.

Segundo policiais rodoviários federais, a colisão ocorreu após o motorista do Pálio tentar uma ultrapassagem e acabou batendo de frente com uma carreta.

O motorista do caminhão que estava carregada com milho tentou frear, mas colidiu e os dois veículos saíram da pista.

A carreta que vinha em sentido contrário também tombou.

Familiares dos ocupantes do automóvel disseram que o Pálio vinha de Jangada para Várzea Grande, quando ocorreu o acidente.

De acordo com informações de moradores de Jangada, o pai, mãe e familiares dos irmãos residem no Bairro da Ponte, em Jangada.

Com o acidente, a rodovia ficou interditada para o trabalho dos peritos do Instituto de Criminalística e IML e também policiais da Delegacia de Delitos de Trânsito da Capital.

 

 

fonte:Portal lagartense