Suspeito de matar motociclista é indiciado por homicídio doloso em SE

Condutor estava supostamente embriagado.

Laudo apontou que pó branco encontrado no carro não era droga.

Concluído o inquérito que investigou o atropelamento com morte de um motociclista por um veículo que seguia na contramão, no viaduto do Detran, na Avenida Tancredo Neves em Aracaju. O caso foi há dois meses.

O Motorista do veículo, que apresentou sinais de embriaguez no momento do acidente, foi indiciado por homicídio doloso, ou seja, teve a intenção de matar. Um laudo apontou que o pó branco encontrado no carro do indiciado não era droga.

saiba mais

  • Suspeitos de matar idosa durante assalto são presos em Frei Paulo, SE

O caso foi há dois meses e teve mais de 50 dias de investigações. Para delegada Daniela Lima, os depoimentos e os laudos recolhidos confirmam a ingestão de bebida alcoólica do condutor minutos antes do acidente.

“Existem imagens da compra da bebida, como também prova testemunhal a respeito da situação em que ele desceu do carro portando bebida”.

O advogado de defesa, Sandro Calazans, foi procurado por nossa produção para falar sobre o resultado do inquérito, mas disse que só vai se pronunciar depois que tiver acesso ao relatório.

FONTE:G1