MARCAÇOES

Frigorífico é condenado a indenizar empregada homossexual que sofria preconceito do chefe

Após ter se declarado homossexual, uma empregada do setor de abate em uma empresa de frigoríficos de grande porte no norte de Mato Grosso, passou a escutar diariamente piadas ofensivas do chefe imediato, inclusive, mandando que ela fizesse o trabalho mais pesado do que os realizados pelas outras mulheres do local. Não suportando a situação, a trabalhadora procurou a Justiça ...

CLICK E VEJA MAIS