‘Três meses que eu venho aqui’, diz paciente que não consegue remédio

Desde o mês nove que tento pegar medicamento”, diz outro paciente.
Pacientes reclamam de órgão que oferece medicamentos.

Pacientes que necessitam de remédios do Centro de Atenção à Saúde de Sergipe(Case) reclamam contra a falta dos medicamentos. Alguns usuários dizem que esperam há três meses para se medicar.

Na manhã desta terça-feira (17), a movimentação na porta da unidade foi agitada. Após esperara por horas a dona de casa, voltou para sua residência. “Desde o mês nove que tento pegar medicamento para o Lupus e não consigo pegar”.

Segundo outros usuários a falta de insulina também é constante. “A gente dá uma viagem dessa e quando chega aqui tem que voltar”.

A mesma situação aconteceu para pacientes de Alzheimer e Asma. “Três meses que eu venho aqui e não existe remédio”.

A coordenadora do Case, Luciana Alves, mostrou uma lista com medicação que estão em falta. Segundo ela, a maioria está em tramite de compra e sem previsão de chegada, mas insulina e remédios para pacientes com Alzheimer, tem na casa.

“A hidrofloaquina é para o Lúpus, esse está precisando chegar. Para pacientes asmáticos ainda está em dotação orçamentária. Estamos aguardando o fornecedor. Ele tem o prazo de 30 dias para chegar”.

A coordenadora do Case, Luciana Alves, disse ainda que somente um tipo de insulina, fornecido sobe determinação judicial está em falta, mas em fase de compra. Quanto aos medicamentos para Alzheimer, a coordenadora afirmou que há estoque de todos os tipos fornecidos.

Luciana Alves disse ainda que nos dois casos não houve queixa quanto à falta de nenhum deles junto à coordenação.

 

 

 

fonte:Do G1 SE