Vários assaltos foram registrado hoje, três mercearias foram alvo de meliantes armados.

O clima de insegurança está incomodando a população também no interior do estado de Sergipe. A onda de assaltos praticados chega a ser alarmante deixando assim, moradores e comerciantes indignados já que pagam uma imensidão de impostos para em contrapartida possam receber ações do poder público que inibam os marginais na região. Na última quinta, 19, aconteceu um “arrastão” na zona rural do município de Poço Verde. Elementos tocaram o terror nos povoados São José e Saco do Camisa no período da noite. Várias pessoas tiveram seus celulares tomaram de assaltos e duas residências foram arrombadas e tiveram sacas de milho furtadas.

São inúmeras as ocorrências na cidade de Simão Dias quando o assunto é aparelho celular tomado de assalto nas ruas por elementos ousados, armados e usando motos. As vezes, o delito é praticado tranquilamente por elemento a pé. Ontem (22), por volta das 7:30 da manhã, uma mulher de pré-nome Adriana foi abordada por dois meliantes armados que em via pública, próximo ao canal do antigo Tanque Novo, perto a uma estofaria teve seu celular levado.

Na manhã desta segunda, 23, por volta das 10:30, uma mercearia que fica localizada na Rua C, do conjunto Caçula Valadares foi assaltada também por dois elementos armados. Entraram no estabelecimento, anunciaram o assalto e levaram dinheiro, porém, quantia não informada para a imprensa. Segundo informações, no final da tarde de hoje, mais estabelecimentos comerciais foram semelhantemente vítimas da marginalidade. Uma mercearia teria sido assaltada na Praça Jackson de Figueiredo e outra no conjunto Pedro Valadares. Na zona rural a situação não é diferente. Assaltos foram registrados nos últimos dias também na Rua do Fogo, região da Caraíbas de Baixo.

Inforações: Portal Edelson Freitas

Comentários